A elevação do máximo da pena de reclusão é retrocesso civilizatório

Por puro populismo, autoridades querem elevar o máximo da pena de reclusão a 40 anos sob o falso pretexto de combate à violência e corrupção. O coro no Congresso a favor é volumoso. E ao povo resta se iludir mais uma vez.
Para Aristóteles, os homens, mais de 90%, nasceram para serem comandados…
Fonte: ConJur