“Adriana Villela foi condenada sem um fiapo de prova”, diz defesa

Após dez dias e mais de cem horas, o Tribunal do Júri de Brasília condenou a arquiteta Adriana Villela a 67 anos e 6 meses de reclusão em regime inicialmente fechado.
Defesa de Villela é liderada pelo advogado Antônio Carlos de Almeida Castro
Antônio Cruz/ABr
Ela é acusada de ser a ma…
Fonte: ConJur