Afastamento de juiz para estudar no exterior compete ao tribunal

O Conselho da Justiça Federal revogou nesta segunda-feira (5/8) uma resolução que trata da autorização de afastamento de magistrados para participar de programa de estudo no exterior com duração superior a 30 dias.
STJDe acordo com Noronha, resolução CJF 2016/396 invade a autonomia dos Tribu…
Fonte: ConJur