CNJ condenou 21 magistrados por cobrar sentenças

Desde 2005, o Conselho Nacional de Justiça julgou 21 casos de venda de sentenças. Os valores cobrados pelos magistrados variaram de R$ 750 até R$ 400 mil. O levantamento foi feito pelo site The Intercept Brasil. 
Punição máxima que o CNJ pode aplicar é aposentadoria integral compulsória

Fonte: ConJur