CNJ mantém decisão que negou vaga de cotista a candidato branco

O Plenário do Conselho Nacional de Justiça decidiu nesta terça-feira (4/10) que é procedente um procedimento de controle administrativo (PCA) aberto para excluir um candidato da lista de aprovados em um concurso para ingresso na magistratura.
TJ-RJTribunal de Justiça do Rio de Janeiro terá

Fonte: ConJur