Consentimento afasta crime de tráfico internacional para prostituição

Não há que se falar na configuração do delito de tráfico internacional de pessoas se o profissional do sexo voluntariamente sair do país de forma livre de opressão ou de abuso. O entendimento foi fixado pela 3ª Turma do Tribunal Regional Federal da 1ª Região. 
Consentimento afasta crime de t…
Fonte: ConJur