Decisões permitem que mães continuem em teletrabalho

O fato de uma atividade ser considerada essencial não impede que a prestação do serviço ocorra de modo remoto ou em sistema de rodízio de funcionários enquanto durarem os efeitos da epidemia do novo coronavírus.
Três decisões permitiram que funcionárias dos Correios, todas mães, trabalhassem…
Fonte: ConJur