Defensoria entra com recurso contra condenação de jovem tatuado

A Defensoria Pública de São Paulo entrou com recurso contra a condenação de Ruan por roubo. Trata-se do homem que ficou conhecido após ser torturado com uma tatuagem na testa após tentar furtar uma bicicleta. 
Ruan foi sequestrado e torturado ao tentar furtar uma bicicleta quando ainda era m…
Fonte: ConJur