Empresa indenizará por morte de ex-funcionário exposto a amianto

A 2ª Turma do Tribunal Superior do Trabalho aumentou para R$ 600 mil a condenação da Eternit S.A. pela morte de ex-empregado, 37 anos após o fim do contrato, em decorrência de câncer causado pela exposição ao amianto. 
ReproduçãoEx-empregado descobriu câncer causado pela exposição ao amianto…
Fonte: ConJur