Juiz manda Twitter banir conta de escritor por criticar Universal

O juiz Ralph Machado Manhães Junior, da comarca de Campos dos Goytacazes (RJ), ordenou ao Twitter que remova a conta do escritor João Paulo Cuenca por uma postagem crítica ao governo de Jair Bolsonaro e à Igreja Universal.
Parafraseando a famosa frase de Jean Meslier (erroneamente atribuída a …
Fonte: ConJur