Mantido júri de arquiteta acusada mandar matar os pais em Brasília

Sendo a pronúncia um mero juízo de admissibilidade, não é necessário prova incontroversa para que o réu seja pronunciado. As dúvidas quanto à certeza do crime e da autoria deverão ser dirimidas durante o julgamento pelo Tribunal do Júri.
Com esse entendimento, o ministro Luís Roberto Barroso, …
Fonte: ConJur