Modelo de gestão da folha de pagamento do TJ-SP divide opiniões

O presidente do Tribunal de Justiça de São Paulo, desembargador Manoel Pereira Calças, decidiu não fazer licitação para contratar o banco responsável pela gestão da folha de pagamento dos servidores e magistrados, ativos e inativos. Em vez disso, Calças optou por um sistema de credenciamento de b…
Fonte: ConJur