Morte de dono da empresa leva a nulidade por vício de citação

A morte do dono de uma empresa reclamada justifica a anulação de um processo trabalhista por vício de citação. O entendimento foi aplicado pela 2ª Turma do Tribunal Regional do Trabalho da 10ª Região (TRT-10).
De acordo com o voto do relator do caso, desembargador Alexandre Nery de Oliveira, c…
Fonte: ConJur