“Pacote anticrime” acaba com decretação de preventiva de ofício

Com a nova Lei 13.926/2019, apelidada pelo governo de “pacote anticrime”, os juízes não podem mais decretar prisões preventivas de ofício. Só poderão fazê-lo a requerimento do Ministério Público, do assistente de acusação ou “por representação da autoridade policial”.
É que a lei, sancionada n…
Fonte: ConJur