PF diz que juiz é quem deve definir destino de provas apreendidas

A Polícia Federal afirmou nesta quinta-feira (25/7) que cabe à justiça definir o que fazer com as mensagens apreendidas com suspeitos presos nesta semana. Eles são acusados de invadir os celulares de várias autoridades, entre elas o ministro Sergio Moro.
Justiça deve definir o que fazer com …
Fonte: ConJur