Por “consideração”, corregedor-geral deixou de investigar Dallagnol

Após o procurador da República Deltan Dallagnol divulgar que faria revelações inéditas sobre a “lava jato” em uma palestra com ingresso pago, o então corregedor-geral do Ministério Público Federal, Hindemburgo Chateaubriand Filho, criticou informalmente a conduta do colega. 
Dallagnol foi re…
Fonte: ConJur