Redução de férias de membros do MP é desumana, diz Aras

O procurador-geral da República, Augusto Aras, defendeu nesta segunda-feira (4/11) a manutenção de 60 dias de férias para os membros do Ministério Público.
O procurador-Geral Augusto Aras
Marcelo Camargo/Agência Brasil
A redução para 30 dias está sendo avaliada pelo governo na proposta…
Fonte: ConJur