Réu que matou homem confundido com ladrão obtém prisão domiciliar

O juiz Rafael Vieira Patara, da 3ª Vara Criminal da Comarca de Itanhaém, no litoral paulista, acolheu manifestação do Ministério Público e converteu para prisão domiciliar a preventiva de um homem acusado de homicídio.
MP se manifestou pela conversão da prisão preventiva em domiciliar, pois …
Fonte: ConJur