TJ-PR determina nova avaliação por divergências no valor do imóvel

A 15ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Paraná determinou, por unanimidade, que deve ser feita uma nova avaliação de uma propriedade rural que teve divergências no valor do imóvel.
Executada pedia a nulidade do laudo e a nomeação de um engenheiro agrônomo
No caso concreto, o laudo …
Fonte: ConJur