Toffoli autoriza contratação terceirizados para gerir presídios

Considerando o risco de grave lesão à segurança pública, o presidente do Supremo Tribunal Federal, ministro Dias Toffoli, suspendeu decisão da justiça trabalhista que impedia a Bahia de contratar empresas privadas para gerir presídios no estado.
Ao justificar sua decisão, o ministro explicou q…
Fonte: ConJur