Trabalhar 16 horas por dia causa dano existencial, define TRT-4

Há dano existencial quando a prática de jornada exaustiva por longo período impõe ao empregado um novo e prejudicial estilo de vida, com privação de direitos de personalidade, como o direito ao lazer, à instrução e à convivência familiar.
Esse foi o entendimento da 6ª Turma do Tribunal Regiona…
Fonte: ConJur