TRF-3 mantém condenação a advogado que insultou PF

O juízo da 1ª Turma do Tribunal Regional Federal da 3ª Região confirmou decisão que condenou um advogado a indenizar um agente da Polícia Federal de Campo Grande (MS) em R$ 10 mil, por danos morais, em virtude de desacato. O defensor insultou o servidor público no exercício das funções.
Advo…
Fonte: ConJur