TRT-RS decide que grávida pode ser demitida por justa causa

Uma trabalhadora grávida perde a estabilidade no emprego se for demitida por justa causa. Esse foi o entendimento da 8ª Turma do Tribunal Regional do Trabalho da 4ª Região (TRT-RS), que negou a reintegração ao emprego, a licença-gestante e uma indenização por verbas não recebidas de uma operadora…
Fonte: ConJur